Blog

Quando a diversão é voltar no tempo

Por
Museu da Nostalgia

Quando todo mundo parece olhar apenas à frente e aguardar pelas novidades tecnológicas que o futuro nos reserva, os empresários Tiago Diniz Cury e Lílian Martins Araújo decidem resgatar o passado inaugurando o Museu da Nostalgia, em Tiradentes (MG).

O Museu da Nostalgia é um lugar que faz a gente voltar à década de 1980, quando o Atari era o videogame mais desejado pelas crianças; e o cometa Halley, o fenômeno mais aguardado pelos adultos. Não à toa, o Museu da Nostalgia guarda a luneta Spiona, desenvolvida exclusivamente para ver o cometa passar em 1986.

Luneta Spiona para ver o cometa Halley

“Num determinado momento, me dei conta de que nosso acervo precisava ser compartilhado com outras pessoas. Foi quando veio a ideia do museu. E escolhemos Tiradentes porque tenho amor pela arte, sem contar que meu sonho sempre foi morar numa cidade do barroco mineiro”, conta Tiago.

Coleções em miniatura

Além da luneta, o museu tem muitas outras peças – mais de cinco mil – cheias de história para contar, como as coleções em miniatura dos clássicos Playmobil, He-Man, Rambo, Star Wars e Comandos em Ação. E de miniaturas, o Museu da Nostalgia está repleto. Elas são de todos os tipos e gostos: dinossauros, caravelas, carros, locomotivas, aviões, cavaleiros, lego, maquetes.

Coleção Playmobil
Coleção Playmobil

Os aviões contam a história mundial da aviação desde o 14-bis até os modelos mais modernos, tanto militares quanto comerciais. A coleção de veículos automotivos traz os clássicos, os superesportivos e os que remetem a filmes como Os Caça-Fantasmas e De Volta para o Futuro: tudo organizado e catalogado por Tiago e Lílian ao longo de mais de 17 anos.

A coleção de cavaleiros medievais é toda feita em chumbo e cada peça representa um cavaleiro que existiu de verdade, como Joana d’Arc, Saladino e Ricardo Coração de Leão. Para Tiago, essa coleção é muito especial, porque foi a partir dela que ele começou a colecionar miniaturas.

Coleção Cavaleiros Medievais

Peças raras dão o clima nostálgico

Algumas peças são raríssimas, como o robô Ar-Tur, uma homenagem ao robô R2-D2, que estrelava o filme Guerra nas Estrelas. A pronúncia de R2, em inglês, é “ar-two” e serviu de inspiração para o nome do brinquedo. Ar-Tur foi sucesso de vendas na década de 1980 e um dos brinquedos favoritos de Tiago na infância.

Robô Ar-Tur

Outra peça rara é o Dyna Tac de 1974, primeiro celular criado pela Motorola, com 13 polegadas e 794 gramas. Na época, custava US$ 4 mil e a ideia do fabricante era disputar, com a AT&T, o mercado de telefones em carros. Começou a ser comercializado em 1984 e foi um grande sucesso. Em 1987, o aparelho foi imortalizado pelo personagem Gordon Gekko, interpretado por Michael Douglas, no filme Wall Street.

O famoso “tijolão”

Além das exposições, Tiago e Lílian criaram um espaço lúdico, onde as crianças podem se divertir com jogos manuais, brinquedos educativos e um fliperama. Enfim, um convite irresistível para que meninos e meninas abandonem o celular e o tablet por algumas horas.

Letícia e Antonio curtindo o espaço lúdico do Museu da Nostalgia

Informações sobre o museu

Museu da Nostalgia

Rua João Siqueira Afonso, 408

Parque dos Bandeirantes – Tiradentes (MG)

Tel.: (34) 98863-0414

Instagram: @museudanostalgia

Entrada: R$ 15 

Comments (0)

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

× Olá!